Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A MARIA & O NÃO

Este blog é d'uma Maria que não vai com as outras.

A MARIA & O NÃO

Este blog é d'uma Maria que não vai com as outras.

É FAVOR FUGIR DE PESSOAS TÓXICAS

NOTA PARA MIM MESMA & PARA TI

E já! Antes que a tua cabeça exploda. Antes que faças algo de errado. Antes que vás contra os teus princípios.

 

Acho que tenho dom, desde miúda a atrair gente tóxica na minha vida. Porquê? Sinceramente não sei, mas sei que me faz muito mas muito mal à minha cabeça. Deixa-me insegura, sem sono (oh, hello! são 7h da manhã neste momento e deitei-me eram 3h), extremamente stressada e não consigo desligar o cérebro de maneira nenhuma.

Eu tenho um coração bondoso. Ponto. É a verdade, não me estou a querer gabar perante ninguém. Quem me conhece realmente, sabe que eu faço tudo o que estiver ao meu alcance para os meus, vou e volto até ao fim do mundo para ver quem gosto feliz e não descanso enquanto a minha missão de ajudar alguém não está dada por terminada. Sou um coração de manteiga. E o problema é quando alguém apanha isso e começa a se aproveitar. Mas atenção, aproveita até ao momento em que eu começo a notar e a fazer sorriso amarelo. Há limites para tudo.

 

ELAS ANDAM AÍ

Não preciso realmente explicar o que são pessoas tóxicas, tenho? Digamos que existem dois tipos: Umas são e sabem, fazem tudo com pura maldade. E já as outras, são, não sabem que são e nem sabem que o que fazem tem maldade para os outros. Simples assim. Nós conseguimos identificar as pessoas tóxicas nas atitudes delas. Na maneira como falam contigo dos outros e até mesmo contigo, no seu diz que disse, no seu interesse demasiado excessivo na tua vida e nas tuas metas, em pequeninos detalhes. E se fores a pensar bem, tu mal conheces a pessoa. Não sabes mais do que necessário sobre ela, sobre os planos dela. Porquê? Porque esta pessoa alimenta-se é da tua vida e da dos outros. NÃO DEIXES.

 

Podes conhece-la na escola, no trabalho, no supermercado ali da tua zona, em qualquer lado. Se ela te ver como um alvo fácil, vai chegar ao pé de ti e pimbas. Já não há volta a dar ... O quê? Espera lá, há sim!

 

COMO FUGIR?

Vamos por partes. Há várias maneiras de fugir, e, na minha experiência e opinião a melhor de todas é o afastamento gradual. Nunca se deve fazer tudo às três pancadas e muito menos desligar de vez. Lembra-te que tens carácter e que o mínimo que tu queres é peixeirada e que a tua vida seja exposta com aquilo que a pessoa tóxica sabe sobre ti (até porque elas adoram inventar histórias que nem lembram ao diabo).

Vais-te simplesmente afastando, fechando-te em copas quanto à tua vida, falando menos sobre o que costumavam falar e respondendo de forma vaga às suas questões. Elas irão insistir. Sim, irão mesmo. Mas vão chegar a um ponto em que saturam e partem para outra sem grandes chatices, sem peixeirada e sem nenhuma imagem denegrida. Isto é a minha visão optimista da coisa.

Mas há pessoas tóxicas nível master que não irão desistir facilmente, que se virarão contra ti, que farão mil e uma coisas más. Esse tipo de pessoa, já não tenho experiência pessoal, mas, acredito que não dar ouvidos e não ligarmos é sempre a forma mais correta de conseguirmos fugir. Deixem-nas falar ...ninguém fala sozinho por muito tempo.

 

Tudo tem o seu tempo e para tudo há solução. Vamos mas é ser felizes.

2 comentários

comentar post